Ícone do site Agência de Marketing Digital | DC Comunic Google Partner

Copywriting o que significa?

Tempo de leitura: 11 minutos

Copywriting o que significa?

Você sabe o que é copywriting? Você sabe como copywriting pode ajudar você a alavancar o seu negócio? Você quer utilizar Copywriting para aumentar as suas vendas? Quer aprender Copywriting?  Você sabe o que Copywriting tem a ver com marketing de conteúdo? Você sabe como Copywriting pode potencializar seu marketing de conteúdo? Então continue lendo este artigo para saber mais sobre Copywriting.

Copywriting para aumentar suas vendas

O Copywriting tem sido utilizado há anos por diversas empresas e empreendedores para aumentar suas vendas e a interação com seu público-alvo.

Então, se você ainda não utiliza estratégias de Copywriting em seu negócio, pode estar perdendo uma enorme chance de obter resultados significativos e aumentar seus ganhos.

Neste post iremos falar mais sobre o que é Copywriting e explicar como você pode aplicar essas estratégias no seu empreendimento. Além disso, vamos dar algumas dicas simples e de fácil aplicação que irão ajudar qualquer pessoa a aprender Copywriting. Também iremos falar sobre como você pode maximizar seu marketing de conteúdo usando copywriting.

O que é Copywriting? | Copywriting o que significa?

Copywriting é uma palavra em inglês para resumir a habilidade de persuadir os seus visitantes a engajarem com você. Esse engajamento significa tomar uma ação desejada, seja ela curtir um post, assistir a um vídeo ou comprar seu produto.

Copywriting consiste num conjunto de técnicas criadas e testadas ao longo dos anos para vender produtos e serviços e, acima de tudo, gerar engajamento.

Dentro do Copywriting existem inúmeros termos utilizados e o principal deles é o termo “copy”. No próximo tópico iremos entender o que é uma copý. Esse conceito é de fundamental importância ao copywriting, pois resumo sua essência.

O que é uma copy?

Uma copy é todo texto produzido para transmitir uma ideia ou para promover um produto com o objetivo de levar sua audiência a tomar uma ação.

O termo copy, apesar de sua tradução direta para o português significar, literalmente, cópia, não é exatamente isso. O termo copy foi utilizado, pois, antes da popularização da imprensa, as pessoas responsáveis pela redação dos jornais tinham que copiar à mão os textos, inclusive os de venda.

Hoje, o termo é utilizado para se referir a qualquer texto com o objetivo de persuadir alguém a tomar uma ação anteriormente planejada. Copywriting seria, então, a habilidade de produzir uma copy.

Essas copys são produzidas pelo Copywriters. Eles são profissionais que desenvolveram as habilidades e aprenderam as estratégias necessárias para fazer com que sua audiência tome uma ação ao ter contato com o conteúdo, seja por áudio, vídeo ou texto.

Se você ainda não sabe produzir uma copy que traga resultados, eu tenho uma excelente notícia para você: as habilidades de copywriting podem ser aprendidas com um pouco de esforço e estudo.

Meu objetivo com este artigo é ajudar a você a dar os primeiros passos com Copywriting.

Então, agora que já sabemos o que Copywriting significa, podemos prosseguir e começar a estudar as estratégias de copywriting.

Se você quer se tornar um excelente copywriter, continue lendo este artigo.

Como escrever uma boa copy? | Copywriting

Se você quer se tornar um bom copywriter, existem algumas estratégias que podem lhe ajudar. Primeiramente, você deve entender que produzir uma boa copy é muito mais que simplesmente querer vender algo a alguém.

Você deve buscar entender que do outro lado da tela há uma pessoa e, antes de mais nada, você deve buscar entendê-la. Mas, como entender essa pessoa?

Bom, o primeiro passo para entender seu cliente é construir a sua persona e conhecê-la a fundo. Já fizemos um artigo sobre a criação de uma persona e você pode conferir clicando aqui.

Para resumir a construção da persona, transcrevi aqui, de forma resumida o que você irá encontrar lá no artigo.

O que é a Persona?

A Persona é uma representação do seu cliente. Você cria um personagem e passa a desenvolver ações voltadas a ele.

Esse personagem deve representar o seu público-alvo.

Caso seu público-alvo inclua diferentes perfis de pessoas, é recomendável que você construa mais de uma persona e, na hora de desenvolver ações voltadas à sua persona, crie ações diferenciadas para cada persona.

Como criar minha persona?

As representações da persona devem incluir dados demográficos, comportamentais, além de considerar a história, motivações, objetivos, desafios e preocupações da persona.

Essas informações deverão ser encontradas e analisadas a fundo durante a construção da persona. visto que, durante a produção da sua copy, serão essas informações que lhe servirão de guia.

A melhor maneira de entender seu público-alvo e criar a sua persona é por meio de pesquisas.

Aqui irei listar algumas estratégias/ferramentas que poderão ajudar você a encontrar a sua persona.

Google Trends

A primeira das ferramentas que você pode utilizar é o Google Trends.

Lá você encontrará o que tem sido pesquisado dentro do seu nicho de atuação, além de dados demográficos sobre as pesquisas.

Com essa ferramenta você também será capaz de entender os desejos e a dores do seu público-alvo, o que ajudará você a construir a sua persona.

Fóruns, Grupos e Comunidades

Hoje existem diversos fóruns online nos quais as pessoas buscam tirar suas dúvidas sobre os mais diversos assuntos.

Pode ser de grande valia entrar nesses fóruns.

Lá você terá acesso às principais dúvidas do seu público e poderá ajudar respondendo a essas dúvidas.

Isso também irá lhe ajudar a construir autoridade.

Os Grupos e as Comunidades funcionam da mesma forma, com a diferença de serem aqui mais comuns as trocas de experiência, se comparado aos fóruns.

Relatórios de venda

Por meio dos seus relatórios de venda você poderá enxergar quais tipos de pessoas têm se interessado pelo que você vende e, com base nisso, poderá lançar mão de estratégias para entendê-las cada vez melhor.

Conversas

Por meio de conversas com colegas, amigos, concorrentes, familiares e clientes, você poderá entender melhor as dores e os sonhos dos seus clientes, o que possibilitará que você entenda melhor o seu público.

Formulários

Você também poderá criar formulários e enviar ao seu público para que eles lhe forneçam informações que irão possibilitar um melhor atendimento.

Sabemos que o email marketing grátis é uma poderosa ferramenta

Com base nesses dados, você estará apto a traçar os principais aspectos da sua persona e começar a criar estratégias voltadas para ela.

Agora iremos dar início à construção das estratégias voltadas para a persona. Para isso, é de fundamental importância que você já tenha feito os estudos da sua persona. Entretanto, se você ainda não fez esse estudo, pode continuar lendo este artigo e, assim que você terminar, poderá iniciar o estudo da persona e, após isso, voltar aqui para iniciar os estudos de Copywriting.

Dicas de Copywriting

Aqui irei elencar dicas de fundamental importância para sua estratégia de copywriting. Essas dica ajudarão você a escrever uma copy de alta conversão, gerando identificação com o leitor e levando-o a tomar uma ação. Vamos às dicas.

#1 – Escreva para uma única pessoa

A primeira dica é escrever para uma única pessoa.

Essa pessoas deve ser a sua persona.

Você deve escrever como se estivesse falando com ela, tentando manter o tom mais pessoal possível.

#2 – Comece com um objetivo em mente

Antes de começar a escrever, é de fundamental importância que você tenha um objetivo em mente, por exemplo, vender algum produto, fazer com que a pessoa compartilhe algo, etc.

Isso irá ajudar você a manter uma coesão na sua escrita, escrevendo desde o início com vistas a esse objetivo.

#3 – Dê o que sua persona quer

Com base nos dados que você obteve no Google Trends, você pode produzir sua carta de vendas (copy) com base naquilo que sua audiência mais procura, visando a entregar, literalmente, o que ela quer.

#4 – Coloque personalidade

Você deve manter seus traços pessoais de escrita e tentar ser o máximo pessoal possível.

Essa dica está diretamente relacionada à primeira e é de fundamental importância que você esteja atento a este detalhe.

Não seja formal demais em sua escrita, seja simples.

#5 – Seja simples

Não use palavras difíceis na sua escrita. Ela deve ser fluida e de fácil entendimento.

Não se preocupe com a formalidade, tente escrever o mais próximo possível da maneira como você fala.

#6 – Use gatilhos mentais

Gatilhos mentais nada mais são que padrões de linguagem que têm a intenção de gerar sensações e estimular comportamentos no seu leitor.

É de fundamental importância que você os conheça e procure aplicá-los.

#7 – Mostre dados

Dados tendem a mostrar a confiabilidade daquilo que você fala.

Se você tiver dados que comprovem aquilo que você está falando, mostre-os.

É fundamental que esses dados sejam verdadeiros, ok?

#8 – Tenha referências

Mostre pessoas que já utilizaram o seu serviço e as experiências deles. Isso também é bastante utilizado como gatilho mental.

Chama-se gatilho da prova social e tende a aumentar a confiança que as pessoas têm no seu produto/serviço.

#9 – Mostre que seu produto/serviço existe

Sempre que possível insira vídeos, fotos e comentários de clientes acerca daquilo que você vende.

Isso tende a aumentar a confiança das pessoas em você e na sua marca.

#10 – Mostre quem você é

Mostre à sua persona que você tem qualificações suficientes para vender o que você vende.

Fale sobre suas experiências pessoais e profissionais e, acima de tudo, mostra a elas porque você faz aquilo.

#11 – Mostre os pontos mais importante mais de uma vez

Busque repetir durante a sua apresentação os pontos mais importantes e os principais benefícios do que você está vendendo. Isso ajudará sua persona a ter em mente os principais aspectos do que você vende.

#12 – Busque gerar emoções

Os gatilhos mentais citados lá atrás, têm a função de gerar estados emocionais, e é por isso que eles funcionam.

Na sua escrita você deve buscar, sempre que possível, produzir emoções que façam seu público se conectar com sua mensagem.

Essas emoções são de fundamental importância para gerar conexão e simpatia.

Com base nessas dicas, você será mais que capaz de iniciar a sua estratégia e a escrita da sua carta de vendas.

Esteja sempre atento a esses detalhes e à sua persona.

Busque fazer pesquisas periódicas sobre os interesses da sua audiência, principalmente por meio de fóruns, comunidades e no Google Trends.

Fazendo essas pesquisas, você poderá sempre otimizar suas cartas de venda e suas estratégias de copywriting.

Além disso, poderá produzir conteúdo voltado à sua audiência.

Também é importante lembrar que, para que uma boa estratégia de Copywriting funcione, você precisa ter uma boa estratégia de marketing de conteúdo.

É importante lembrar que é preciso ter conteúdo para ser capaz de vender algo. Também é preciso vender para que as pessoas tenham acesso ao seu conteúdo. Marketing de conteúdo e Copywriting andam juntos e são inseparáveis.

Se você quiser conhecer estratégias de Marketing de Conteúdo SEO, pode acessar este artigo aqui no blog.

Lá você encontrará as principais estratégias para o seu negócio.

Para finalizar estamos dando de brinde

Copywriting 104 Modelos de Títulos matadores para vender mais

Espero que este conteúdo tenha sido útil e que ajude você no decorrer desta jornada.

Qualquer detalhe basta entrar em contato conosco!

Sair da versão mobile