Como escolher o melhor servidor VPS em 2020?

Tempo de leitura: 3 minutos

Como escolher um Servidor VPS?

Você está em busca de um servidor VPS, mas não sabe como escolher a melhor opção para o seu caso? Bem, então você veio ao lugar certo!

Atualmente, muitas pessoas estão optando por um servidor VPS, seja para hospedar os seus sites que possuem um nível médio de tráfego, ou para quem gosta de jogar games online, ou até mesmo para desenvolvedores.

Sem dúvida, esse servidor é bastante versátil e possuem uma série de recursos interessantes, por um ótimo custo benefício.

Mas, quando chega o momento, surge a dúvida de como escolher o melhor.

Assim sendo, caso você esteja curioso para saber, continue lendo esse conteúdo!

Como escolher um servidor VPS?

Antes de você escolher qual servidor VPS irá comprar, é importante analisar alguns pontos que são essenciais, levando em consideração favores como:

⦁ O seu nível de conhecimento técnico;
⦁ Necessidades para o seu projeto;
⦁ Localização dos servidores;
⦁ Compatibilidade;
⦁ Valores.

De acordo com a empresa DokeHost, há dois tipos principais de servidores VPS: Linux e Windows.

Assim sendo, confira a seguir como escolher um servidor VPS!

Nível de conhecimento técnico

Sem dúvida, um dos principais benefícios que um servidor VPS pode oferecer é a autonomia para que os seus usuários possam controlar quaisquer funções e aspectos do servidor.

Assim sendo, há dois tipos de servidores VPS e cada um demanda algum nível de conhecimento técnico.

O VPS Linux requer que você tenha um nível avançado de conhecimento técnico sobre sistema operacional e também em interface de linha de comando, para poder gerenciar o servidor.

Já o VPS Windows, por sua vez, possui uma maior facilidade de uso, ou seja, não é preciso ter algum tipo de conhecimento sobre programação para gerenciar esse servidor.

Necessidades para o seu projeto

Antes de escolher um servidor VPS, é importante você analisar quais são as necessidades do seu projeto, qual a demanda que o seu site ou aplicação irá precisar etc… para que assim o servidor possa atender as suas necessidades.

Assim sendo, essas informação serão úteis para que você possa definir qual o melhor espaço de armazenamento, memória RAM e processador para você contratar.

Compatibilidade

A compatibilidade também é outro fator que deverá ser analisado.

Por exemplo, a compatibilidade do VPS Linux é maior em comparação com o VPS Windows. Pois, o sistema operacional do Linux é compatível com uma série de linguagens, sendo ideal para aplicações desenvolvidas em:

⦁ PHP;
⦁ Perl;
⦁ Ruby;
⦁ Python;
⦁ MySQL.

Já o VPS Windows tem menor compatibilidade, possuindo assim um melhor desempenho apenas em aplicações para Windows, como por exemplo:

⦁ ASP.net;
⦁ MySQL;
⦁ MS Access;
⦁ Dentre outros produtos Microsoft.

Localização dos servidores

A localização dos servidores também é um ponto importante, afinal, esse fator pode acabar influenciando na performance de suas aplicações.

O ideal é escolher um servidor VPS no Brasil, pois, desse modo evitará possíveis problemas com a latência do servidor.

Valores

Por último, mas não menos importante, é importante considerar os valores de cada servidor.

Isso significa que você deverá levar em consideração tanto os valores pagos da sua aplicação, quanto as formas de cobrança, que tendem a variar de acordo com o uso da sua aplicação.

Uma grande vantagem do VPS é o seu custo benefício.

Por ser desenvolvido em código aberto, ele não depende de nenhum tipo de licenciamento de software.

Ou seja, ele é uma opção mais em conta, justamente por não ter os custos de licença.

Por outro lado, o VPS Windows conta com a licença paga da Microsoft, desse modo, para utiliza-lo é preciso pagar a licença.

Conclusão

Em suma, esses são apenas algumas dicas para você escolher um servidor VPS que mais se encaixe nas suas necessidades e projetos.

Na DokeHost você encontrará diversos planos de VPS, cada um com suas características próprias para atender as mais variadas necessidades.

Por fim, caso ainda tenha alguma dúvida ou queira acrescentar a sua opinião, não esqueça de deixar o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *